segunda-feira, agosto 12, 2019

É já amanhã!!!!
depois do enorme êxito da exibição em Lisboa, na Lx/Ler Devagar, agora na nossa 1ª grande vitória ambiental!

domingo, agosto 11, 2019


sobre as causas do desfanecimento das touradas, dos eventos taurinos e também da ruralidade que lhe está associada.
Atribui ele aos taurinos alguma, muita da culpa desta situação.
Além como é óbvio do pensamento animalista e ignorante, das campanhas desses,  das mentiras e aldrabices e da falta de cultura e compreensão do mundo rural por parte dessa gente, que são na maioria dos casos urbanitas serôdios.
Infelizmente ele só menciona pela rama as culpas dos denominados taurinos.
Esta é a principal:
o deixar-se capturar pelo pensamento mais aterrador e grotesco, o reacionarismo que se espalha pela aficcion, o deixar-se capturar pelo pensamento direitista e fascistóide que vai dando o golpe mortal ao toureio, aos festejos taurinos populares e com tal à destruição da sustentabilidade sócio-cultural e também ambiental dos nossos campos, ao fim das nossas festas e de tudo o que com elas está relacionado.
Tenho ido menos aos toiros porque a cooptação destes por essa gente, que nem sequer percebe que está a destruir a corrida, que em Portugal só resiste pelo carácter popular dos seus festejos e porque o Partido Comunista, no quadro da sua inserção nos territórios de montado e lezíria os tem apoiado.
Fora só a nossa direita, também muito troglodita, a apoiar este elemento social e estaríamos tramados, como em Espanha.
Infelizmente partilho do pessimismo de António Tereno, a falta de espinha dorsal de tantos dos taurinos, o desrespeito por regras e condutas, o turisticar absurdo de alguns eventos, e a incapacidade de deixarem o discurso  marialva, estronço, e anti-liberal  é uma estocada , quiçá mortal nesta bela arte.
Mais penso que em Espanha a sorte, morte das faenas está condenada. Como já referi em Portugal só devido à estupidez dos animalistas é que resistimos. Não pela capacidade de resistência, estratégia, ou visão dos amantes da fiesta.
Recordo, o disse a uma amiga desses grupos de animalistas, o erro que cometeram ( pensaram que era o elo mais fraco...) ao meterem-se com Barrancos, onde o sentir do povo está ligado aos momentos e silêncios, dos encierros, das corridas, da gastronomia, com a carne do bicho, morto, e das festas.
Seremos os últimos moicanos!

Sou surpreendido na caixa de correio com esta:
talvez por ter uma empresa de consultoria ambiental....uma vez que veiu endereçada para a mesma.
Tem alguns artigos de interesse, por entre muita publicidade.
Desde logo apreciei a entrevista de João Bernardo, D.G.E., que se mostra informado sobre a problemática da biomassa, certamente preparou bem a entrevista.
Boas estatísticas da DGEG, também no artigo da A.P.E.B. (Associação Produtores Energia e Biomassa). Li com atenção o artigo "Valorização da Biomassa das Acácias" que mostra que podemos ter esperança em acabar com elas.
Com a revista veiu um pano, a que já fui dando uso...
Tenho, desde há muitos anos tido divergências com Boaventura, mas também muitas convergências e com gente sua, com quem tenho amizades.
Hoje um artigo 100% que aqui trago. Já vinha dizendo isto  há muito tempo, e ele formula-o genialmente!
carregar para ler!

sábado, agosto 10, 2019

Este mês temos tido várias actividades e efemérides.
Esta no inicio de Setembro, é outra das nossas medalhas....
os dois grupos nucleares de Valdecaballeros, que chegaram a iniciar construção jºa foram desmantelados....o Guadiana estava próximo....


quinta-feira, agosto 08, 2019

hoje foi, sondado para uma tasca sobre este:

Subscrevo inteiramente as observações sobre o, mais um, aeroporto para Lisboa:
já sobre o Parque Eólico não tenho dados mas julgo que algumas das observações devem ser tidas em conta.
Recordo os bailes que demos já a vários,,,, rio frio (ainda há uma comissão a chuchar os dedos), ota, e ao jamais, e agora outro disparate...
Mandem os low costs para Beja,  e construam uma linha férrea eficaz, porra, numa hora está-se em Lisboa, em menos em Faro e rentabiliza-se esse aeroporto, enorme elefante, e dá-se mais vida ao interior.
E se tiver que haver uma aero-gare de backup temos o Campo de Alcochete, já infraestruturado.
Mas continuam a meter-nos os dedos nos olhos e as mãos no bolso...

segunda-feira, agosto 05, 2019

Sou um apreciador de biografias e auto-biografias, de personagens que aprecio, ou de que pelo menos não antipatizo...
Esta é uma dessas, ainda por cima descobre-nos muitos momentos de escrita de diversos livros monumentais....
de um grande escritor!

sexta-feira, agosto 02, 2019

Zeca Afonso - Os Vampiros "Eles Comem Tudo" (Original)


Passam hoje 90 anos do nascimento do Zeca Afonso. A Associação José Afonso, que tem feito um trabalho também meritório de defesa do património que é a sua música/poesia entregou hoje uma petição ao Ministério da Cultura para que a sua obra seja declarada de interesse nacional.
Infelizmente a Associação também dá cobertura ao assassinato dessa.
Hoje em Tavira, alguns artistas até de algum mérito, deram um espectáculo lamentável para quem quer defender a obra do mestre. Arranjos musicais medíocres ou mesmo muito maus, vozes dessincronizadas, e um boi a mugir, intervenções idiotas, tudo o que não deve ser feito para promover o Zeca, que na semana passada tinha "tido" na mesma praça uma interpretação fantástica da #Chamava-se Catarina#.
Pois assim não caros amigos.
É na próxima 6ª feira, em Ferrel, bem perto de Lisboa, onde a Rosalinda se safou de boa...
que o nosso velho amigo Joaquim Jorge vai apresentar este.

Apresentação do livro "Ferrel através dos Tempos"  realizar-se-à no dia
9 de Agosto (6ª feira), às 17H00, no salão de festas do Jardim Infantil de Ferrel.

terça-feira, julho 30, 2019

Ainda em retiro comecei a ler o 7º livro destes 10 dias:
que se junta nos romances, históricos?, ao de Muñoz Molina.
Uma trama complexa, diferenças socio-culturais e tempos.
Mas vou seguindo as notícias...
Esta:

Sou subscritor!
e esta é mais uma vergonha, nacional:
que pode acabar como o já ido da Ota... ou o de Rio Frio, que ainda tem uma comissão de estudos que reúne anualmente para esmifrar umas ajudas de custo... nunca foi encerrada!
Aves, reserva natural, ruído, zonas sensíveis, e nem uma palavra sobre as alterações climáticas e as consequências do aumento do tráfego aéreo.
Mandem os low.costs para Beja, invistam num shutle/comboio rápido entre Lisboa/ Évora e Beja e Faro, e poupam, muito, muito $s aos contribuintes e dão vida ao interior.
Mas pensar é difícil....

domingo, julho 28, 2019

Hoje li, no papel, uma interessante notícia de Filomena Naves no D.N. sobre as abelhas que repovoam as cidades. Não a encontro no digital mas encontrei diversas outras na mesma linha.
https://www.dn.pt/mundo/interior/mel-urbano-em-paris-e-produzido-no-topo-dos-edificios-9252534.html
para quando em Lisboa???

Alerta-me o Estado de Barrancos, http://estadodebarrancos.blogspot.com/, para isto:
http://www.ipma.pt/pt/media/noticias/news.detail.jsp?f=/pt/media/noticias/textos/boletim_climatologico_primavera_2019.html
não faz senão confirmar os piores receios....
as alterações climáticas, que duas ou três pessoas negam, e logo quem são, os melros... estão para ficar e agravar-se.

sábado, julho 27, 2019

Minissérie Chernobyl - sofrimento e desinformação


Chico Whitaker faz-nos um resumo da série sobre Chernobyl, valorizando aspectos mais significativos! A não perder!!!

Aqui: https://youtu.be/a5FOilE1jaE

sexta-feira, julho 26, 2019

                                             Dragoeiro, anual.




Tempo de pausa e leituras.
Este de Muñoz Molina é outra que agarra, e merece, talvez, tradução, embora o seu espanhol seja muito escorreito, ainda por cima porque é ambientado em Lisboa. Uma trama densa e erudita, como o autor nos tem habituado....
Um personagem com algo de autobiográfico, numa estória que se vai cerzindo, por e em Lisboa!

quarta-feira, julho 24, 2019

Dedicado sabem a quem:

terça-feira, julho 23, 2019

Faz-nos falta um historiador a sério em vez das varelas e bonifácios que sem qualquer qualidade invadem o espaço público.
Em Espanha, há vários e curiosamente alguns são ingleses, este é um grande senhor:
 e neste livro oferece-nos algumas prosas notáveis, uma delas uma magnifica descrição do Museu do Prado;
onde este Tiziano inspirou a capa de um dos meus livros! Um Grão de Areia, que também é inspirado por homens da cepa de Brenan!

sexta-feira, julho 19, 2019

Foi, talvez, a  nossa última manifestação, em Higuera de Vargas!
Hoje:
"
Indescritível alegria!

Ainda ontem estivemos a percorrer os caminhos onde poderia vir a existir uma mina de urânio a 5 Kms da nossa fronteira.
Ontem voltámos a referir que era urgente a decisão da Junta da Extremadura.!

Todos os povos da zona, em manifestações de muitos milhares, às quais tivemos a honra de nos dirigir, a nossa comissão Parlamentar de Ambiente, todos os partidos desta, que recebeu a Plataforma #Dehesa Sin Urânio# e que connosco dividiu dúvidas e apreensões, e devo saudar novamente o deputado Pedro Soares, presidente da Comissão, a quem o ambiente fica grato e irá deixar saudades, todos nos havíamos erguido e caminhado.

Hoje, logo pela manhã, quando estávamos reunidos com os presidentes de Ayuntamientos (Cãmaras) da zona recebemos a notícia:
“La Junta de Extremadura anula el permiso de investigación de la mina de uranio
La Dirección General de Industria, Energía y Minas ha resuelto anular el permiso de investigación de recursos de la sección D (uranio) de la Ley de Minas, denominado ANSAR”
Não tenho palavras! Para a enorme alegria.
O montado pode continuar a lutar!
"



quarta-feira, julho 17, 2019

É um espaço fabuloso, e não fora estar em retiro não deixaria por nada de ir a esta festa, que têm sido memoráveis:
não há filosofia sem prática!