terça-feira, fevereiro 19, 2019

Hoje as notícias do dia são menos e há mais espessura de envolvimento....

103
20 Fevereiro 19

Nuclear
1-Ontem o renomeado presidente da EDF (empresa como sabemos amparada pelo Estado francês, e não s Fake news!,presidente da EDF ( -me sempre a luta dos mineiros do urumentos de anue os sindicatos de Almaraz protestam contra o ó) publica e assina uma página (ímpar, a 5) do Le Monde titulada "Résultats en Hausse /CO2 en baisse”
Sem uma, uma só menção da nuclear!
A hipocrisia e mentira não tem limites. Fake news!

2- Ontem, também, enviaram-me uma notícia, que já aqui tinha divulgado e comentado, assim como o documento que mostra a  falsidade de base, sobre os sindicatos de Almaraz  que protestam contra o fecho dessa. Não é verdade que o fecho vá gerar qualquer desemprego, como vimos no documento sobre Zorita e nos documentos de análise e proposta que temos divulgado. Lembra-me sempre a luta do sindicato dos mineiros do urânio da Urgeiriça ,,,,hoje terras devastadas, mineiros e familiares mortos, e doenças a darem cabo da vida dos vivos!

Alterações climáticas
Era, é um bom documento, que talvez ainda venhamos lamentar não ter sido aprovado, ainda que abrisse a porta ao prolongamento, ou não, até aos 50 anos de algumas nucleares: https://elpais.com/sociedad/2019/02/18/actualidad/1550514389_991651.html
Mas infelizmente vamos em Espanha entrar novamente em turbulência que pode acabar com um fandango nacional à andaluza, mau, muito mau esse até por causa de algumas vox (es), péssimo para o ambiente!

Educação Ambiental
Nos Açores, esperando....
E envia-me José Miguel Oliveira(forte abraço) um excelente pdf # Flora e as Alterações climáticas# que, embora centrado no Alto Minho, é um suculento instrumento  que poderá ser base para muitas ideias. Quem mo pedir envio!

Poluição
O capitalismo selvagem acabará com o próprio mercado? Pelo menos põe em risco a produtividade (contradição entre as forças produtivas e as relações de produção) e a sua base de sustentação:

António Eloy
Observatório Ibérico Energia (O.I.E.)

Nota
1-Civilização ou barbárie, seria um título que não desdenharia uma das minhas referências, Cornelius Castoriadis, https://youtu.be/dbqXiJ8b2Rs
Recomendo aos filósofos, não o deveríamos ser todos fazedores do pensamento, e amigos nesta/desta lista. O pensador da autonomia, que “me acompanhou” na esquadra de Pankov nos anos 80 e noutras acções não violentas contra a guerra, onde fui violentado, ele que a tinha “Devant”, e que hoje é necessário reler e ouvir.

2- No meu tempo liceal dizíamos “if you don’t have LSD buy a color TV”.
Sou ainda hoje um fumeta e anti-proibicionista radical, defendo a legalização e regulamentação de todas as drogas, no quadro da autonomia individual e da luta contra os tráficos, as mortes e o banditismo que lhe estão associados. A Amnistia Internacional é mais uma das organizações que defende essas posições. Também quem quiser envio a nossa (AI) nova posição.
E também de prenda, hoje, o boneco do Ops, agora El Roto, as viagens então vinham de dentro, agora os condicionantes vêm nas radiações televisivas!


segunda-feira, fevereiro 18, 2019

O livro tem mais de cem anos e entretanto já se sabe muito mais sobre as causas que conduziram à destruição da sustentabilidade desta ilha, mas este livro é uma reflexão e com dados factuais, muito interessante sobre essa...
a Ilha da Pascoa, hoje é este mundo em que ainda vivemos...

sábado, fevereiro 16, 2019

Hoje no El Pais, temos um artigo de referência, para os que partilham o pensamento anti-nazionalista e contra o fanatismo que esse gera.
Já desisti dos hinos há muito tempo e bandeiras nem vê-las....
https://elpais.com/cultura/2019/02/12/babelia/1549989189_922677.html
Muñoz Molina é um dos meus escritores favoritos e aqui tem uma peça para emoldurar!
Também muito bom é o editorial de hoje!

https://elpais.com/elpais/2019/02/15/opinion/1550259460_057561.html
Imaginem o que seria para o nosso país, desde logo, um cenário à andalusa no governo de Espanha, os riscos e deriva que tal implicaria, o risco de colapso social e conflitos graves, e não esqueçamos, nos 80 anos da morte do enorme poeta António Machado, que temos uma história sinistra. 
O discursos xenofobos, racistas, totalitários andam à solta sem que seja quem seja com pés e cabeça os combata (muitas vezes ainda deitam mais água na fogueira, pela sua ignorância!). 
Felizmente temos uns nazionalistas com tantos neurónios quanto cabelo na pinha, e a Catalunha (outra ficção histórica e nazionalista) está longe.... mas sabemos que as invenções abundam estimuladas pelas tontantadas néticas.
Bom, hoje acordei bem disposto, enviei um haiku a uma amiga:
A palavra no ar
Oração no espírito
Beijo na alma 
e vamos continuar, enquanto houver alma ou o que quer que a imaginação ilustre.

é que como dizia um filósofo existencialista, cujo nome qual Quixote, no recordo:
" só graças aos que não tem esperança é que nos é permitido tê-la"

quinta-feira, fevereiro 14, 2019

Venho aqui trazer um documento sobre a incompetência, além de outras coisas que dominam os funcionários (quadros políticos medíocres ou outros sem eira nem beira ) da D.G.E.
Irei dar conta desta situação com a maior publicidade, é que isto é só um cheiro do desvalimento que impera nesta direcção geral sem controle nem capacidade, seminal!

Já perdi a paciência para a pesporência e ignorância dos funcionários da DGE. Agora vejam este mimo da sra Rosa Costa, uma incompetente!

“Salvo melhor entendimento, um "livro seminal" seria aquele que é produtivo ou fértil.
Dado que o livro não é relativo à semente ou ao sémen, o que pretendem os autores com esta expressão?”
#
se·mi·nal
(latim seminalis, -e, destinado a ser semeado)
adjectivo de dois géneros
1. Relativo a semente ou ao sémen.
2. Que produz sémen (ex.: vesícula seminal).
3. [Figurado]  Produtivo, inventivo, fértil.
4. Muito importante ou influente.

"seminal", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013,
https://dicionario.priberam.org/seminal [consultado em 14-02-2019].
#
E na mesma linha, da mesma boçal:
“Não é o "cavaleiro da fraca figura". É, sim, da "triste figura". Reescrever esta parte.
A expressão "vulgo "D. Quixote" refere-se à personagem e não ao título do livro. Assim, "que é um livro sobre livros..." não se entende.”
                                             Ilustración de Gustave Doré para 'El Quijote'.
que a senhora não entenda já tinha percebido, mas que aqui e ali lhe saia o disparate...
#
Livro Dom Quixote, de Miguel de Cervante
Dom Quixote de La Mancha (El Ingenioso Hidalgo Don Quixote de La Mancha, no original) é uma obra do escritor espanhol Miguel de Cervantes, publicada em duas partes. A primeira surgiu em 1605 e a segunda dez anos depois, em 1615. Quando o livro foi traduzido para inglês e francês obteve um êxito súbito, arrebatando leitores de diversas origens.
Considerada a maior obra da literatura espanhola e o segundo livro mais lido da História, seu contributo para a cultura ocidental é incalculável. Dom Quixote é apontado como o primeiro romance moderno, tendo influenciado várias gerações de autores que se seguiram.
As suas personagens parecem ter pulado do livro para o imaginário contemporâneo, sendo representadas através de diversos meios (pintura, poesia, cinema, música, entre outros). 
Resumo
A obra narra as aventuras e desventuras de Dom Quixote, um homem de meia idade que resolveu se tornar cavaleiro andante depois de ler muitos romances de cavalaria. Providenciando cavalo e armadura, resolve lutar para provar seu amor por Dulcineia de Toboso, uma mulher imaginária. Consegue também um escudeiro, Sancho Pança, que resolve acompanhá-lo, acreditando que será recompensado. 
Quixote mistura fantasia e realidade, se comportando como se estivesse em um romance de cavalaria e transformando obstáculos banais (como moinhos de vento ou ovelhas) em gigantes e exércitos de inimigos.
É derrotado e espancado inúmeras vezes, sendo batizado de "Cavaleiro da Fraca Figura", mas sempre se recupera e insiste nos seus objetivos. 
Só volta para casa quando é vencido em batalha por outro cavaleiro e forçado a abandonar a cavalaria. Longe da estrada, fica doente e acaba morrendo. Nos seus momentos finais, recupera a consciência e pede perdão aos seus amigos e familiares. #
Depois de ter dado umas pauladas, com a bengala do Eça, aos incompetentes que corrigiram os supostos erros (que não o eram, com erros de palmatória que levariam ao chumbo, no 1º ano, em qualquer um dos três cursos universitários que ministrei)
Vem agora com esta. Que irá custar 2, 2 toneladas de desperdício de papel e mais de 8 mil euros à APREN
Não há quem ponha cobro a isto!???
É claro que nada, nada vai ser reescrito!

terça-feira, fevereiro 12, 2019

Chamou-me a atenção o meu velho amigo Luis Silva para esta magnífica exposição, ou melhor para o espectacular filme que nela se pode ver!
Purple, de John AKomfrah, no CCB, colecção Berardo.
é uma obra fantástica, seis ecrãns, imagens e sons do outro mundo, ou melhor deste mesmo.
Aqui dois quadros que nos preparam para o filme:
onde o tempo é uma metáfora parada ....

domingo, fevereiro 10, 2019

De Roma envia-me Jorge Vasconcelos esta instalação de Monica Bonvicini no Maxxi.
 uma curiosa montagem de velhas luminárias....
Não há nada pior que o fanatismo e nesse incluímos o nazionalismo, o populismo, o fascismo e o comunismo, a ditadura de qualquer moral, e a religião em qualquer das suas formas que não a espiritualidade.
Para evitar esse não podemos meter a cabeça na areia, temos que erguer a voz e o espírito, temos que ser firmes e intolerantes contra esses valores.
o humor é uma arma poderosa, e o do Ops, El Roto é do melhor!!!!!
Em Espanha a hidra nazional está viva, seja no catalanismo, seja no espanholismo, seja em qualquer nação, todas inventadas, que se queira.

sábado, fevereiro 09, 2019

Hoje, papoilas....
que leio com deleite. Com os jornais do fim de semana a deprimirem....

quinta-feira, fevereiro 07, 2019

Numa altura em que o nosso ministério do Ambiente tenta anestesiar tudo o que vive e protesta... nós continuamos a disseminar informações, diárias! E gratuitas!

94
8 Fevereiro 19

Nuclear
Obrigado C.Pessoa
E vamos lá a assinar, vale o que vale!
e esta que articula as duas acima é para ler no fim de semana, longa e muito, muito boa!
o risco nuclear de regresso é também um risco maior para o nuclear “civil”, que todos sabemos o que a casa gasta!
E esta não é sobre o Arizona, que sabemos bem distinguir da China...
e esta, hem?
e hoje, de regresso...
com mais notícias.

Alterações Climáticas
Esta graças ao L.S.
e continuando Paris, como Casablanca...

Energias renováveis
Esta a sempre preciosa info da A.P.R.E.N.:

António Eloy
Observatório Ibérico Energia (O.I.E.)

terça-feira, fevereiro 05, 2019

Tenho andado pelo interior... a meditar e a ler.
Esta notável revista:
 que Lisboa não tem nem nos calcanhares, do concelho de Lousada!
E este livro que tenta dar-nos uns ares do famoso Pepe Carvalho, de Montalbán....
leitura sincopada, mas Barcelona está presente...


segunda-feira, fevereiro 04, 2019

Tenho estado fora.
Envio hoje a

Nome científico: Euphorbia fulgens
Nome vulgar: Chiquita-bacana
Família: Euphorbiaceae
Porte: Arbusto
Origem: México

que me envia Raimundo Quintal.

quinta-feira, janeiro 31, 2019

O tema é da maior importância, os activistas dos direitos humanos (onde anda a secção portuguesa da Amnistia Internacional, que noutras ocasiões não teve receio em assumir posições fortes?) devem tomar posição.

https://www.theguardian.com/cities/2019/jan/31/lisbons-bad-week-police-brutality-reveals-portugals-urban-reality

O racismo existe.

quarta-feira, janeiro 30, 2019

Hoje um bocadinho de cultura, mas não precisamos de mais bonecos....
e:https://elpais.com/elpais/2019/01/22/tu_lisboa_y_la_mia/1548176472_595424.html

segunda-feira, janeiro 28, 2019

O Presidente da CML, Arq. Manuel Salgado deve ter tido as orelhas bem quentes ontem de manhã, tempo em que durante 3 ou 4 horas andamos pelo Parque Florestal de Monsanto.
vimos algum bom trabalho, que se deve ao empenho dos trabalhadores do mesmo, e dos que lhe asseguram continuidade (Eng. Souto) e passámos por situações irregulares e  incompreensivelmente negligenciadas e o Panorâmico, sem explicação a imperícia do Presidente mencionado e do seu ajudante com o pelouro desse.
Felizmente travámos alguns disparates neste, mas falta uma visão e enquadramento global para este espaço em articulação com a cidade e outros verdes.

sábado, janeiro 26, 2019

Foi ontem a apresentação, no Corte Inglês, com a sala à cunha de mais este livro de Jorge Vasconcelos,
uma apresentação inspirada, também em Shakespeare.
O Jorge é um dos nossos mais distintos pensadores da área da energia em Portugal e com nível mundial.
E este livro  agora editado pela FFMS é mais um contributo para o conhecimento e a difusão do envolvimento social deste, neste processo produtivo.
Depois de uma tarde a olhar para o céu da Academia de Ciências a ouvir a UNESCO chegar às Alterações Climáticas....



quinta-feira, janeiro 24, 2019


Recordo de no dia a seguir ao 25 ter chegado ao liceu, não ver algumas caras (o chefe dos contínuos, conhecido como pide Silva) e ter estranhado que o funcionário da tabacaria ao lado deste, que tinha ficado com os meus contactos para me encomendar umas obras proibidas, também não estar.
Parece que o pide Silva afinal era um reles bufo e o pide era o outro, debaixo de disfarce.
Tenho origem sefardi, sei bem o que é a bufaria, o anonimato, a intriga baixa, o é sempre, as queixinhas anónimas, e hoje o bolsar pelas redes digitais, que não frequento mais, salvo os blogs onde estou.
Debates com elevação e espessura, frente a frente com qualidade, e sem interrupções desnecessárias, esperar pela resposta quando se faz uma pergunta, ser educado, mesmo na firmeza (o que por vezes me leva ao japamala) são hoje as minhas orientações.

Infelizmente agora vivemos inundados por anónimos ou invadidos por pretensos escribas da treta, e até a maior parte do nosso “jornalismo” não passa de feiras de vaidades e achincalhamento, sem conteúdos ou investigação (os meus amigos/as nos jornais sabem que não estou a falar deles, embora haja quem seja com estes demasiado conivente!).
Bom e isto para que fique claro, o que escrevo assino, mesmo que algumas vezes tenha colocado o meu nome de família nalguns textos!

terça-feira, janeiro 22, 2019

Ainda a propósito de aeroportos....

Ainda não será desta, o Montijo outro disparate ambiental. E nem sequer foi estudado Alcochete, ou:
esta que é a melhor solução! Envia-me o meu estimado M.Boeiro!
Mas infelizmente iletrados e interesses  especulativos abundam, por aí.

Iremos continuar a ter estátuas e um aeroporto?
https://elpais.com/deportes/2019/01/22/actualidad/1548146267_061080.html
é que o próprio confessou que vigarizou o fisco!



segunda-feira, janeiro 21, 2019

para os que não viram, embora muito desfocada, a foto da terra a sombrear a Lua, hoje de madrugada.

No comments!!!
https://elpais.com/elpais/2019/01/16/tu_lisboa_y_la_mia/1547651013_761873.html

domingo, janeiro 20, 2019

Uma coisa tão simples!!!!

sábado, janeiro 19, 2019

O Tejo desde que nasce em Albarracin é maltratado.
Escórias, resíduos industriais e urbanos e até nucleares.
Temos, em vez em quando falado de tais.
E também do roubo, do roubo das suas águas para o plantio intensivo e cheio de agro-químicos de Múrcia, que não só destrói os solos como aumenta a eutrofização do Mediterrâneo.
Tudo problemas em cascata, mas que a indústria financeira vê com olhos gananciosos.
esta obra, herdada dos estertores do franquismo é um atentado ambiental.


sexta-feira, janeiro 18, 2019

"Ni la Naturaleza ni la Nacion conviene destruir. Pero, las dos importa exorcizar. El exorcismo contra la Naturalez, lo da el Espiritu. El exorcismo contra la Nacion, la Cultura."
Diz-nos Eugenio D'Ors.
Infelizmente Espírito está ao nível da destruição da Natureza inexorável.
E cultura anda pelas ruas da amargura.
infelizmente por cá não temos qualquer, ou melhor nenhuma revista, nem pensadores, ao nível do que encontramos nesta.

quinta-feira, janeiro 17, 2019

Com as duas salas maiores do S.Jorge à cunha foi ontem a ante-estreia, com as mais altas individualidades de Portugal e Cabo Verde, deste notável filme de Francisco Manso
Desde logo as paisagens do interior de Santiago, da terra dos "badius" e da maior africanidade, paisagens esmagadoras! Uma história de Germano Almeida cheia de conteúdo e com enorme força, o relato das relações de uma comunidade, muito bem adaptada em linguagem cinematográfica.
Excelentes actores, sejam profissionais sejam amadores e uma direcção destes que não se nota! Notável também.
Uma noite fantástica que recomendo a todos.

terça-feira, janeiro 15, 2019

Hoje um amigo perguntou-me pelo desaparecido Medina, ex-presidente da C.M.L.
Talvez em algum programa de televisão, ou alguma sessão pública, ou alguma actividade que lhe dê alguma promoção para sabe-se lá o quê, que tem em mente.
A Câmara está nas mãos do Arq.
Mas o país está na mesma, futilidades, comunicação social atrás do fogo de vista, e do superfluo.
Aqui e ali vamos encontrando ideias e projectos, mas isto está complicado, quem tiver mais ideias que as para encher três linhas e um boçal prime time, tem dificuldades....
Hoje aqui trago a informação do dia, alguma que interessa também aos alfacinhas:

77
16 Janeiro 2019

Nuclear
Almaraz e outras coisas más!!!
infelizmente falta capacidade e movimento capaz de problematizar esta situação e intervir! Mas água mole.....
e esta é uma grande ideia que deveria ser aplaudida com mãos e pés!
mas continuam a chegar-me enredos anti-capitalistas ou manifestações fora de contexto!
Esta é para os franceses nesta lista!
excelentes conferências. Vamos a eles!

Alterações Climáticas
Pois lá se vai o “pulmão”....
e a partir desta podemos encontrar algumas outras com sumo e também algum optimismo....

Consumidores
Esta poderia entrar como opinião, mas está na linha do “algoritmo” que tenho denunciado, e que pessoalmente evito (não estou no twit nem no face e uso o whats só para comunicações, saí da Amazon, mas o Google continua a perseguir-me, eh, eh, eh!)
temos que recriar processos de comunicação outros, temos discutido....

Biodiversidade
Mais aranhas....

Informação
Recomenda-me L.S. e tendo visitado é com todo o gosto que divulgo esta iniciativa da ADENE, que é um excelente repositório de toda, quase toda a informação energética nacional:
www.cinergia.pt
Um sítio notável!

António Eloy
Observatório Ibérico Energia
e vai segui com este boneco:



sábado, janeiro 12, 2019

Julgo que já aqui fiz esta colocação, ou talvez outro dos outrora aqui escriventes,
hoje andava em busca de imagens e voltei a este sítio:http://tribop.pt/ARG/Lisboa%20Velha/3v-TP00%20Lisboa.html
fantástico!

quarta-feira, janeiro 09, 2019

"A actual base aérea número 6 do Montijo foi assim o local escolhido para a construção do novo aeroporto de Lisboa, batendo as sucessivas localizações equacionadas ao longo dos últimos cinquenta anos, como Fonte da Telha, Porto Alto, Rio Frio, Portela, Santa Cruz, Ota, Azambuja, Alverca, Granja, Tires, Marateca, Ota ou Alcochete."
Dos jornais!
Julgo que o local ora escolhido e já indevidamente contratado é totalmente inadequado do ponto de vista ambiental. Está em plena zona de sapal e com avifauna protegida!
Esta semana fiz circular pela lista do Observatório Ibérico de Energia, que coordeno a notícia nº 71 (diárias e gratuitas, basta pedir)
com esta
"Nota
É raro ver e apreciar a T.V., conheço o Miguel Sousa Tavares, tive amizade com o pai e conheci  também a mãe, foi um prazer ouvi-lo hoje. E também a Carla Graça, sobre aeroportos. Era vereador na C.M.L. quando esse ainda andava (muito tem viajado esse, ainda existe uma comissão desse em Rio Frio, que reúne e recebe senhas de presenças uma vez por ano!) por outro local, e exigi uma avaliação ambiental estratégica. Recordo que o António Costa teve que dar um “puxão de orelhas” ao fulano ( do LNEC) que contestava essa e foi indelicado, com moi!!!. Mas a verdade de ontem é a mentira de hoje!!!!"
Parece que vivemos num 1984, a verdade é mentira, a guerra é a paz, o "big brother is watching you"
Mais uma decisão em cima do joelho, e ditada pela obediência aos interesses financeiros e parasitários.
Penso que a melhor opção seria ou desenvolver o de Beja como aeroporto para low costs e investir num comboio rápido até lá, e assim dar vida ao interior! ou no limite Alcochete onde já há um muito maior e melhor situado que no Montijo.
Mas é tudo feito ao sabor do vento e o soar do vil metal. 
Talvez não fique por aqui... lembram-se do jamais???? 
o Olrik é o vil metal, e a corrupção financeira dos nossos sistemas político-económicos.


terça-feira, janeiro 08, 2019

A não perder, o autor, meu querido amigo é, sem sombra de dúvida, o melhor escritor alentejano da actualidade, na linha do grande Manuel da Fonseca.
O romance ficou sem fim, mas o que conta são as palavras que o fazem, a imaginação que por ele passa e a continuidade do espírito.

domingo, janeiro 06, 2019

Não podemos esquecer, numa altura em que um irresponsável (certamente um boy) do Ministério de Educação me tenta censurar uma referência ao Humanismo, à Ilustração e aos direitos, num livro de Educação Ambiental esse tríptico fundamental para continuarmos, aqui trago, in memorium
https://www.liberation.fr/france/2019/01/05/quatre-ans-apres-l-attentat-charlie-hebdo-denonce-le-retour-des-obscurantistes_1701175
Dizia Eça de Queirós que "o único verdadeiro, essencial e eterno da religião é o ceremonial e a liturgia" e que "artificial, complementar, dispensável e transitório é a teologia e a moral" ou seja Deus.
Mas hoje nos tempos do face/fake tudo se pode inverter.
Hoje no El Pais além de dois excelentes textos, um sobre o facedito, no caderno rosa tewmos outro de Noah Harari sobre as formas como as manipiulações nos chegam ao cerebro. Recordei a propósito da frase do Eça os livros de Régis Debray sobre o local de deus no nosso cérebro,que o inventa.
E um excelente artigo de Javier Cercas que aqui trago!
 carregar para leitura.

quinta-feira, janeiro 03, 2019

Comecei o ano com aquela disposição...e não posso deixar de comentar o ridiculo e insanidade desta afirmação, de uma fulana que ignoro quem seja, mas que se deve estar a preparar para afiambrar mais um tacho...Então agora deputado é uma profissão, é o que estes senhores pensam!
Com o meu voto não, obrigado. É assim que os populismos se vão desenvolvendo.

Inês de Medeiros em entrevista: “Devia haver subsídio de desemprego para ex-deputados”

é do P.S. que se fosse um partido decente  movia-lhe já um processo!!!!

Infelizmente é os senhores da política que temos. Será que foi isto que o Sr. Presidente mencionou?

terça-feira, janeiro 01, 2019

vamos ver o que nos espera, mas a realidade não engana!