terça-feira, abril 29, 2014

Gato escondido... apetece dizer em relação ao rocambolesco ( e dispendioso, sendo que nós é que pagamos esse disparate) processo que hoje José Vítor Malheiros nos relata no Publico.
António Costa, por quem tenho apreço, andou mal, muito mal em tentar limitar o direito aos cidadãos à informação.
É incompreensível todo este autêntico "Castelo", kafkiano, ainda por cima sendo que a relevância da informação era nula e a sua recusa criava desde logo as maiores suspeitas (tive recentemente um processo na Amnistia Internacional em tudo semelhante, mas aí a não entrega de informação foi por descuido, negligência e esquecimento... imagine-se que era em relação a outros direitos!!!), como qualquer cidadão sabe.
Conheci bem de perto, no âmbito da minha recente passagem pela CML, casos bem piores de não resposta e decisões erráticas em áreas sociais.
A transparência deve ser, juntamente com quadros de funcionalidade com regras claras, o 1º cuidado dos eleitos, mas infelizmente, muitas vezes, porque abrir as caixas de Pandora torna díficil fechá-las, os responsáveis políticos fazem tudo, mas tudo, para manterem a sua coutada.
Recordo que quando eleito, noutra autarquia tive que apresentar também um protesto à CADA, era  (contra) um presidente socialista, e foi-me dada razão.
Não é que o sujeito, sem uma ponta de qualidade ao contrário do deste caso, me fez pagar, pagar!, sendo eu eleito!, as fotocópias do documento que tinha pedido, 1 euro e 70 centimos!!!
Mas a participação, o envolvimento da cidadania está, cada vez, mais afastado... e depois queixem-se!!!

1 comentário:

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)