sexta-feira, fevereiro 20, 2009

Dtº de resposta e respectivo comentário

A propósito deste artigo: Os pilaretes e a indigência de carácter , faz-me saber o Secretário da Com. Pol. Concelhia do CDS-PP o comentário que o meu ilustre vizinho e vogal do pelouro na Junta de Freg. de S. Mamede considerou por bem tecer ao mesmo.
Relativamente ao e-mail que me enviou, o que se passa é o seguinte:

- Os pilaretes que faltam (3) no Jardim das Amoreiras (junto ao arco para a Rua das Amoreiras) foram roubados no final do ano passado (por volta de Novembro). Esses pilaretes são amovíveis, exactamente para que os carros de limpeza tenham acesso.
Acontece que no final do ano a verba transferida pela CML para o calcetamento e colocação de pilaretes, já se tinha esgotado e portanto ficou inviabilizada a colocação de novos pilaretes naquele local.
Foi solicitado à CML para que procedesse à sua colocação, mas até agora nada.
E agora o meu comentário ao comentário do meu ilustre vizinho:

- Os 3 pilaretes foram de facto roubados;

- A data, mais coisa menos coisa, é essa mesmo;

- As verbas transferidas pela CML, são sempre aquém daquilo que é necessário, e até mesmo, essencial - a CML é uma mãos largas ...;

- O pedido à CML para proceder à sua colocação deverá proceder lá por volta do 3º mês anterior às eleições autárquicas, palpite meu, claro! ...;

- Mas há uma questão para a qual eu gostava de chamar a atenção do meu ilustre vizinho:
uma fita daquelas de plástico, branca e encarnada, ou até mesmo bege, talvez pudesse, a título temporário, claro está, ir dando um arranjinho, apenas enquanto dissuasão para tais energúmenos e incivilizados condutores.

(publicado no Eclético)

4 comentários:

Rui Herbon disse...

Talvez o problema se resolva quando o peão for legalmente autorizado a passar por cima das viaturas estacionadas em cima dos passeios, que é o mesmo que lhe ocorre quando se põe a atravessar a estrada. (Até mesmo nas passadeiras.)

Diogo Moura disse...

Embora os pilaretes ajudem a que não se estacione em cima do passeio, conforme a lei o dita, a questão, a meu ver, é mais profunda e tem apenas uma razão à partida: FALTA DE CIVISMO.
Enquanto tivermos cidadãos que não percebem que vivem em sociedade e que o espaço público é de todos, nada mudará.

antónio m p disse...

Não ceda. Qual fita qual quê? Que ponham lá os pilaretes e menos nada. Mas você acredita na conversa da falta de verba? Pilaretes é o que há mais lá nos armazéns da CML. E burocratas incompetentes - pilaretocratas|

Anónimo disse...

Gostaria apenas de informar que as ditas "fitas" são um obstáculo demasiado perigoso, sobretudo para quem é cego. Também convém lembrar a morte de uma turista francesa, ao tirar fotografias, caiu de uma zona de 10m,onde faltava protecção,ou seja foram colocadas as tais fitas plásticas "brancas e vermelhas" pela Protecção Civil, no varandim junto ao hospital de S. José, mas o insólito é que a Junta Freguesia da Pena local. a 100m do local, onde se deu este trágico acidente, mas ninguém sabia de nada, ninguém viu nada!!!