quarta-feira, janeiro 10, 2007

Claro, pois, com certeza!

Como moro perto da Assembleia Municipal de Lisboa, ganhei um curioso hábito:
Sempre que os representantes do povo, reunidos naquela casa, deitam cá para fora normas relacionadas com o estacionamento, pego na máquina fotográfica e vou até lá à porta...
NOTA: Mais imagens desta alegre palhaçada podem ser vistas [aqui].

7 comentários:

Carlos Medina Ribeiro disse...

Para não monopolizar este blogue com imagens, aqui afixo links para outras, semelhantes:

[1] [2] [3] [4]

MissPearls disse...

Há selvajaria agora como havia antes dos aumentos dos parquímetros.
Ponto final.

Enquanto a polícia não quiser actuar , nada a fazer.

Enquanto não houver sinais inequívocos das autoridades qua a impunidade terminou, bem podem continuar a fazer códigos da estrada, leis e mais leis.

Quero aliás, fazer um post sobre a zona de acesso ao parque de estacionamento do corte Inglês e à zona de acesso ao parque em frente à Loja do Cidadão (parque às moscas e passeios cheios de carros. A polícia? Ali bem perto. Tal como no CC Colombo.)

MissPearls disse...

SAbe quando foi a 1ª campanha da ACA-M? Em 20 de Setembro 2000 : "Sem Carros no Meu Passeio".

Em 2007 ainda andamos nisto:)

Carlos Medina Ribeiro disse...

A ideia de restringir a circulação de táxis (afinal um transporte público!) é genial, não é?

Quanto ao 450 mil carros que todos os dias entopem Lisboa... nada de concreto.
Quando muito, algumas patacoadas de circunstância.

Temos (no Governo, na CML e nas polícias) gente sem pinga de sensibilidade para este problema.

Bic Laranja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bic Laranja disse...

Triste passatempo o seu. E não lhe antevejo descanso para a máquina fotográfica.
Já não há qualificativos para a corja.
Cumpts. e bom ano novo.

Carlos Medina Ribeiro disse...

Fotos semelhantes a estas (e ainda algumas cujos links refiro no 1º comentário) foram enviadas para TODOS os partidos na AML.

Nenhum se deu ao trabalho - sequer - de responder; e, quanto a actuar... ainda menos.

Cada vez me arrependo menos de ter votado em branco nas autárquicas, pois posso garantir que nenhum daqueles artistas lá está por minha culpa.