segunda-feira, abril 16, 2007

Sporting: José Sá Fernandes ameaça com queixa

2007/04/15 23:45 -Portugal Diário
Se a CML aprovar um loteamento de construção para o clube
"(..) Em causa, está uma área de 80.000 metros quadrados de construção que a CML se prepara para atribuir ao Sporting Clube de Portugal numa reunião extraordinária convocada para segunda-feira, «prescindindo das obrigatórias cedências para o domínio municipal de espaços verdes e equipamentos colectivos de cerca de 40.000 metros quadrados».

«Numa zona altamente betonizada, sem uma árvore ou escola, a CML, sem nenhuma razão objectiva, pretende favorecer ilegalmente um clube de futebol, em prejuízo da cidade», denuncia o gabinete do vereador bloquista em comunicado.

«Caso a CML tenha a ousadia de aprovar o loteamento em causa, sem obrigar o Sporting a ceder as correspondentes áreas de terrenos para equipamentos colectivos e espaços verdes», José Sá Fernandes «informará de imediato o ministério público para uma intervenção urgente sobre mais esta vergonha urbanística», lê-se no documento. (...)
O mesmo gabinete defende que «para a área de construção em causa» deviam ser contabilizados «os metros quadrados ocupados pelo Centro Comercial Alvaláxia, a sede da empresa de construção civil OPCA e a sede da EPUL» e que a CML não contabiliza como área de construção, considerando esses espaços como «áreas para fins desportivos».
Chama igualmente atenção para o facto de todas as infra-estruturas que servem a urbanização terem sido «pagas ou cedidas pelo Estado ou pela CML - como por exemplo os arruamentos».
«Independentemente do discutível estilo arquitectónico proposto - prédios em forma de suportes de papel higiénico - e de não se preverem as necessárias zonas para estacionamento, uma coisa é certa: a zona em causa precisa de espaços verdes e de equipamentos colectivos, pertença da cidade e ao serviço de todos os cidadãos», insiste. (...)"
(Maria ISabel Goulão)

2 comentários:

Anónimo disse...

«...prédios em forma de suportes de papel higiénico...»

;) bag your pardon, MissPearls!?

AB

ISABEL disse...

Não conheço o projecto caro leitor.

Mas desconfio que pela descrição do Sá Fernandes não augura nada de bom :)