sábado, dezembro 27, 2008

Não é incompetência nem "falta de meios"! É a mais completa INSENSIBILIDADE por parte daqueles que fazem e - pior! - dos que DEIXAM FAZER!

Esquina da Av. de Roma com a Rua Frei Amador Arrais:.
.
Passadeira de peões completamente bloqueada... e com estacionamento em 2ª fila!
O jovem do boné vermelho parece estar a pensar como é que vai atravesar quando o semáforo estiver verde...
.
Os carros até já fazem manobras em cima do passeio, como sucedeu com o branco, para dar lugar ao jipe.
Qualquer dia, as escolas de condução vão praticar para ali...
-oOo-
Paragem da Carris junto ao N.º 27 da Av. de Roma
.
Uma vez esgotados os lugares "disponíveis" nesta paragem da CARRIS, os carros passam a estacionar em 2ª fila! Quando chegam os autocarros (por vezes 2 e 3), o caos instala-se em toda aquela zona da avenida. A dois passos dali, o Parque Roma, com 636 lugares, está às moscas.
..
Este pormenor (da mesma paragem da CARRIS) diz tudo:
Absolutamente certo da impunidade - e com toda a razão! -, o condutor do Honda nem se deu ao trabalho de chegar o carro à frente. Deixou metade na faixa de rodagem... e foi à vidinha dele!
.
AS FOTOS são desta semana e documentam dois dos locais abrangidos por Prémios António Costa (ver aqui) que, apesar de consistirem em grandes almoçaradas de lagosta no Gambrinus, continuam (e decerto continuarão...) por atribuir.
.
O único comentário que tenho a fazer é que é deveras ASSUSTADOR pensar que o mais certo é virmos a ter, à frente da CML, alguém como António Costa ou Santana Lopes - que já provaram à saciedade que a resolução de problemas como estes é a coisa que menos os preocupa.
.
Actualização (29 Dez 08): em breve afixarei, em post próprio, várias fotografias, tiradas neste mesmo local, e que mostram a EMEL a "actuar". Algumas delas são de hoje mesmo. Se derem origem a um passatempo com prémio, este será um exemplar de «Os Pândegos».

12 comentários:

Julio Amorim disse...

Pois, pois.....isto não é propriamente "rocket science" !
Só não resolve estes problemas, quem os não quer resolver. Então não tem muito mais piada ir cortar a fitinha no novo museu dos coches, do que civilizar uma das mais antigas cidades da Europa?

Meanings disse...

É simplesmente uma vergonha! Nem sei como dizer o que penso! A minha cultura impede-me de na hora lhes chamar "palhaços" quando só pensam, egoísticamente, em resolver os seus problemas, pelo que, no momento em que acontecem, nunca lhes sei o que dirigir! Alguém me ajuda? Ou será que não somos nós quem deve dizer/fazer alguma coisa por eles?, nossos irmãos desviados do seu caminho?

Filipe Melo Sousa disse...

cof cof...

não será da falta de estacionamento em lisboa? as pessoas bem ou mal têm de seguir a sua vida...

Carlos Medina Ribeiro disse...

A poucos metros dali há parques às moscas.
Só o de Roma (junto à AML) tem 636 lugares.

Há ainda o do Largo Machado de Assis, o da Praça de Londres... e mais uma infinidade de lugares avulso disponíveis.

Mesmo que não os houvesse, os automobilistas não têm o direito de resolver o seu problema à custa dos outros - neste caso dos peões e dos autocarros.

Filipe Melo Sousa disse...

meu amigo, existem limites para a roubalheira. no outro dia fui jantar fora e paguei mais de 5€. quem faz disso vida não pode pagar

Carlos Medina Ribeiro disse...

Ou seja:

Um gajo pode ter dinheiro para ter (e manter!) jipes e BMWs, mas acha caro os 25 cêntimos que custam os 15 minutos de estacionamento na Av. de Roma!

E mesmo que fosse mais caro:

Por que raio é que os peões têm de ceder o seu espaço para essa gentinha?

--

O cúmulo do absurdo sucede durante os fins-de-semana e feriados - dias em que, apesar de o estacionamento ser gratuito e abundante, continua a haver BESTAS QUADRADAS a pôr os carros nos mesmos sítios, estorvando meio-mundo!

Filipe Melo Sousa disse...

eh eh, isto é como nas lojas de Moscovo no tempo do comunismo, é de borla mas não há

pedro disse...

CMR,

Acompanho-o na indignação!
E deixo aqui outra - e que lhe sugiro, para uma breve reportagem fotográfica - a voltinha dos ecopontos - autênticas lixeiras a céu aberto - muito por culpa das pessoas, é certo - mas que, vergonhosamente, passam semanas sem que apareça o carro para as esvaziar!
Digno de pais de terceiro-mundo que, cada vez mais me convenço, é o nosso!!

pedro disse...

Quanto a quem votar nas próximas eleições:
Eu tinha para mim que o António Costa até nem era mau; mas há poucos dias passei pelo marquês e pela praça do comércio e dei comigo a pensar - tu não podes votar num labrego que permite estas coisas - e está decidido - ganhou umas massas, perdeu um eleitor.

Anónimo disse...

Pq é que v. apaga as matrículas?

E já agora e se se criasse um movimento "Passe por cima"?

NL disse...

Queria só comentar que tudo esta atitude é uma prova dos princípios corruptos que a nossa sociedade sofre.

Quando surge a polícia em geral umas palavrinhas resolvem a questão. Nunca, repito nunca, vi um polícia multar um carro estacionado em segunda fila, mesmo que estivessem a multar veículos noutras condições. Mais facilmente se perdoa um carro em 2ª fila do uns minutos a mais no parquímetro.

Ou seja, largar o carro no meio da estrada, atrapalhar o trânsito e impedir os carros estacionados de sair não são prioridade para as autoridades. E se fosse, umas palavrinhas resolviam a questão. Como sempre.

Nuno Lacerda

Carlos Medina Ribeiro disse...

Anónimo das 15h42m

Apagar as matrículas é o que habitualmente se faz nestes casos.

O que pretendo denunciar é a situação em si, e não este ou aquele infractor.