quinta-feira, junho 05, 2008

Relembrando: QUEM QUER COMER LAGOSTA?

28 de Maio 08
.
RELEMBRO que ofereço uma refeição de lagosta (e um suminho no Frutalmeidas...) ao primeiro leitor que, em cada mês, me enviar uma foto de um carro (um único!) a ser rebocado (pela PSP, EMEL ou PM) de cima deste passeio (esquina do N.º 43 da Av. de Roma, junto ao banco Santander-Totta).
.
O prémio, que não teve quem o reclamasse em Maio, é renovado todos os meses (a partir das 00h00m de cada dia 1) e será válido até ao dia das próximas eleições autárquicas, quando os leitores serão convidados a tirar conclusões acerca da forma como os peões de Lisboa têm sido tratados.
.
A este concurso, poderão concorrer funcionários da EMEL, da PSP e da Polícia Municipal.
.
António Costa, Carmona Rodrigues, Santana Lopes, Jorge Sampaio, João Soares (e ainda todos os pândegos que, por acção ou omissão, têm contribuído para a actual vergonha) também serão - apesar de tudo - bem-vindos!
.
NOTA-1: A foto, que deverá indicar data e hora e ser tirada por forma que o local seja identificável, deverá ser enviada para sorumbatico@iol.pt. Os vencedores (se algum dia os houver...) serão anunciados aqui, neste blogue.
.
NOTA-2: A colocação de um par de pilaretes (que resolveria o problema de uma vez por todas...) também seria festejada com foguetes! Mas também já se percebeu que nem isso será feito, porque a resolução de problemas-de-chacha, como este, não faz parte das altas preocupações da 'rapaziada' a quem pagamos o ordenado.

7 comentários:

Anónimo disse...

O prémio não pode ser antes uma conta no Santander Totta?

Tanto faz, não há possibilidade de alguém o ganhar...

Teresa disse...

Agora tenho tentado outra abordagem num passeio perto de minha casa, onde todos os dias há carros estacionados, impedindo os peões de aí circularem:

comecei a colar papéis (grandes e bem legíveis) pedindo que não voltassem a estacionar naquele sítio porque, além de ser proibido, constituía uma falta de respeito para com os peões que ali têm de passar.

Não sei se é pela vergonha, mas alguns dos "clientes habituais" daquele passeio têm procurado outros lugares...

Anónimo disse...

A pouco e pouco, os lisboetas vão descobrindo, à sua custa, que aqueles a quem pagam para lhes resolverem os problemas "andam noutra".
Há uma total insensibilidade "deles" para este género de coisas.

Anónimo disse...

Não sei se já repararam que há certas zonas sempre imunes a multas, bloqueios e reboques.
Ou seja: a toda a volta as autoridades e a EMEL actuam, mas ali não!!

Não custa muito suspeitar de cumplicidades que protejam os estabelecimentos beneficiados pelo estacionamento selvagem à sua porta.
Veja este caso escandaloso do Frutalmeidas:

No dia em que a 2ª fila (que lá se forma todas as tardes!!) for, de facto, combatida, o que acontece ao negócio?
E, no entanto, os fiscais da EMEL passam ali com frequência. MAS NÃO FAZEM NADA. Porque será?!

Anónimo disse...

Ainda há dias vi passar um reboque da Emel por ali.
Parei, e fiquei a ver se fazia alguma coisa contra a incrível 2ª fila que ali se forma todos os dias.
Qual nada! Até acelerou e foi pela rua Frei Amador Arrais fora, como se não visse nada!

Anónimo disse...

em relação a este problema, tenho enviado todas as semanas e.mails para os serviços da Câmara a alertar para a situação. Se calhar ajudará se todos nós o fizermos.

Porque é diferente ser "o chato a falar do estacionamento em frente ao Frutalmeidas" e "vários cidadãos a pressionarem para uma solução".

Miguel Graça disse...

GANHEI, GANHEI, GANHEI, GANHEI!!!

Tenho uma foto da PSP a vários carros em cima DESTE passeio (esquina do N.º 43 da Av. de Roma, junto ao banco Santander-Totta), que foram minutos depois rebocados! Fiquei a assistir, para garantir...

Para que email posso enviar a foto, para reclamar a refeição de lagosta (e o suminho no Frutalmeidas...)?

Cumprimentos,
Miguel
mfssg@hotmail.com

P.S.
A oferta não era a brincar, pois não?