sábado, maio 03, 2008

O que podemos aprender com a Suécia verde (2)




"Na Suécia tudo isto é tão natural que os suecos têm dificuldade em compreender a insensibilidade ambiental de outros países.
Os suecos têm uma forte ligação à terra - em Estocolmo, as pessoas competem pelo aluguer de um pequena horta no centro da cidade - e a educação ambiental começa nos primeiros anos da infância. Pergunta-se a 10 suecos porque é que se preocupam com as questões ambientais e todos dizem que menos poluição significa mais qualidade de vida. Óbvio.
Exemplo disso é Hammarby Sjöstad, uma nova área residencial de Estocolmo nascida num antigo ponto negro da capital, onde até ao início dos anos 90 se erguiam oficinas e estaleiros, num processo em semelhante ao sofrido pelo Parque Expo, em Lisboa. De início, a reconversão da área foi pensada para albergar os Jogos Olímpicos de 2004, mas a candidatura sueca foi ultrapassada por Atenas e os edifícios de habitação substituíram os estádios projectados para o local.
Erguida nas margens do lago Hammarby Sjö, a nova cidade foi pensada de raiz para dar conforto aos habitantes e, em simultâneo, estabelecer novos padrões ambientais urbanos. A arquitectura moderna sueca é visível em todos os edifícios, de grandes janelas e varandas, construídos de forma a poupar o máximo de energia. No exterior, multiplicam-se enormes espaços verdes, os canais de água e as zonas pedonais. As ciclovias e transportes públicos frequentes convidam a deixar os carros na garagem. A ideia parece ter funcionado, já que num normal dia de semana a única congestão visível nas ruas é a de coloridos carrinhos de bebé. "
PUBLICO 3-5-2008
(ISABEL G)

3 comentários:

Anónimo disse...

E.....podia ser um bom sitio para viver, se tivesse o pastelinho de nata, a Praia do Guincho e, o nosso clima..;-)

JA

Anónimo disse...

e a educação ambiental começa nos primeiros anos da infância. bla,bla,bla,bla.... pois é. Ainda se fosse apenas o ambiente... estávamos bem, estávamos.

scheeko™ disse...

Já agora, sobre a ligação dos suecos à terra, aqui fica o direito de acesso público na suécia:

http://farm4.static.flickr.com/3097/2471874892_f07500e196_b.jpg